A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Informativo / Receita Federal destrói 100 mil Receptores de TV Pirata

Receita Federal destrói 100 mil Receptores de TV Pirata

Receita Federal destrói 100 mil Receptores de TV Pirata em Foz do Iguaçu

Ação em parceria com a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) faz parte do combate à pirataria no setor; prejuízo à economia nacional chega a R$ 4 bilhões por ano.

Veja o vídeo: Receita Federal destroi 4 mil receptores piratas de TV à cabo

A Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, chegou nesta quinta-feira (13) à marca de 100 mil decodificadores ilegais de TV por assinatura destruídos desde 2017.

A ação em parceria com a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) faz parte da repressão e combate à pirataria no setor e é resultado do reforço nas apreensões dos aparelhos ilegais.

O prejuízo à economia nacional com o uso deste tipo de equipamento chega a R$ 4 bilhões por ano, estima a associação. Deste total, R$ 550 mil equivalem a impostos federais e estaduais que deixam de ser arrecadados.

A prática também afeta a geração de empregos. A ABTA calcula que se todos os usuários fossem regularizados, as operadoras de TV por assinatura teriam de contratar 18,4 mil trabalhadores.

No primeiro ano da parceria entre a Receita Federal e a ABTA, foram tirados de circulação cerca de 30 mil aparelhos; entre 2017 e 2018, o volume se aproximou de 50 mil por ano — Foto: Reprodução/RPC

No primeiro ano da parceria entre a Receita Federal e a ABTA, foram tirados de circulação cerca de 30 mil aparelhos; entre 2017 e 2018, o volume se aproximou de 50 mil por ano — Foto: Reprodução/RPC

Crimes

Segundo a Receita Federal, a maioria dos decodificadores é trazida do Paraguai e distribuída para todo o país.

No primeiro ano da parceria, iniciada em 2015, foram tirados de circulação cerca de 30 mil aparelhos. Já entre 2017 e 2018, o volume se aproximou de 50 mil em cada ano.

Depois de destruídos os equipamentos os materiais são separados e as peças encaminhadas para empresas de reciclagem.

Para funcionar regularmente no Brasil, os aparelhos precisam ser homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o serviço ligado a uma operadora autorizada.

Receita Federal destrói 100 mil decodificadores ilegais de TV paga em Foz do Iguaçu

Quem compra ou vende um equipamento para a interceptação ilegal de sinal de TV por assinatura comete crime de receptação, além de contrabando e descaminho. As penas nestes casos podem variar de um a oito anos de reclusão, mais o pagamento de multa.

De acordo com o presidente da ABTA, Oscar Simões, este tipo de prática financia o crime organizado e deixa consumidores vulneráveis quanto à proteção dos seus dados pessoais e bancários por meio do acesso à rede wi-fi à qual o equipamento é conectado.

Segundo a Receita Federal, a maioria dos decodificadores é trazida do Paraguai e distribuída para todo o país — Foto: Reprodução/RPC

Segundo a Receita Federal, a maioria dos decodificadores é trazida do Paraguai e distribuída para todo o país — Foto: Reprodução/RPC

 

 

fonte: https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2018/12/13/receita-federal-destroi-100-mil-decodificadores-ilegais-de-tv-por-assinatura-em-foz-do-iguacu.ghtml

Bemvindo! Curta nossa página do Facebook

 

Compartilhe! Like please!



Portal Zeamerica
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *